Aprendi com os Trolls…

Assistindo Frozen (pela milésima vez) com as Amorinhas, prestei atenção numa frase: “O medo faz escolhas onde o risco é menor” e compreendi pq é tão dificil para algumas pessoas serem felizes.
Na vida adotiva por exemplo, eu não compreendia a escolha da etnia, onde a principal alegação é “Não quero uma criança negra pra que ela não sofra preconceito por ser diferente de nós”.
A escolha por crianças saudáveis com a explicação de que “Não tenho condições emocionais e/ou financeiras de cuidar de uma criança com problemas” tbm me intrigava.
E temos ainda a tão discutida adoção tardia que mtos rejeitam pq “querem viver tds as fases”
Depois do filme compreendi que a gde escolha na vdd não é o perfil e sim o risco que se aceita correr, o novo, o diferente, o não planejado pode ser assustador e poucas pessoas aceitam sair do conforto do conhecido para uma “aventura” que na maioria das vzs se mostra fascinante.
Antes que alguém se ofenda, deixo claro que respeito a escolha de cada um e pelo bem das crianças jamais aconselharia alguém a mudar um perfil se seu coração não estiver pronto. Apenas convido à reflexão aqueles que ainda estão iniciando nesse caminho. A escolha sem riscos pode te trazer a segurança, mas aceitar desafios pode te fazer infinitamente feliz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *