O Sonho e a Mãe

Era uma vez uma mulher que sonhava em ser mãe
Era uma vez um destino que resolveu que ela não poderia gerar…
Muito choro, muita dor e muitos anos se passaram até que ela descobriu que poderia ser mãe, que ser mãe não tem nada a ver com biologia e tem tudo a ver com amor.
Essa descoberta a reviveu, rejuvenesceu, e ela saiu em busca do sonho, que ao longo do percurso descobriu que não era assim tão cor de rosa. Ela queria alguém para amar, sonhava com o seu bebê aprendendo a falar e andar, sonhava com o primeiro mamãe que ouviria.
E nessa procura acabou se deparando por acaso (pra quem acredita em acaso) ou por milagre( pra quem acredita em Deus) com um bebê lindo, pelo menos aos olhos dela, porque ninguém tinha conseguido ver essa beleza antes. Ela o quis como filho desde o primeiro momento, mas tudo que ouvia dos outros era: “Ele não vai andar” ” Ele não vai falar” “Ele nunca será uma criança normal”
Apesar de apavorada ela o adotou, com todo o amor que uma mãe encontra dentro de si quando sabe que é disso que seu filho precisa.
Hoje, alguns anos depois daquele encontro, seu filho é uma criança feliz e a mãe é uma pessoa muito grata por ter sido escolhida por esse menino tão especial.
E para quem leu até aqui esperando que eu falasse que houve um milagre, sim, aconteceu o mais lindo dos milagres, o menino sorri toda vez que a mãe se aproxima e dá a ela a certeza de que entre todas as crianças do mundo, só aquela poderia realizar seu sonho e se sente a mãe mais MÃE do mundo!

Lu Viam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *